Curativos e Coberturas


  • Soro Fisiológico

A manutenção do meio úmido é fundamental, recomendando-se lavagem sem ser mecânica, em jato é melhor (furos com agulha grossa).
Aquecido evita a vasoconstrição e produz conforto. É importante na formação do tecido de granulação. Pode-se usar Ringer com lactato ou Água destilada.

Voltar ao topo da página
  • Ringer simples associado a gazes de polímeros absorventes (TERDERWET)

A ação absortiva é ativada quando banhada por Ringer. Absorve o exsudato e favorece desbridamento autolítico. De acordo com o tamanho do curativo, banha-se com quantidade certa de ringer por alguns minutos. Previamente lava-se com ringer a jato, depois cobre com gazes secas e acima uma película de filme adesivo transparente. São indicados em lesão com exsudação e em lesões cavitárias. Sua substituição é feita a cada 24 horas.

Voltar ao topo da página
  • Pomadas Enzimáticas

Aceleram processos catabólicos (degradação e digestão), sendo desbridantes químicos e facilitam os processos anabólicos (proliferação e regeneração). O aumento das proteinases degrada fatores de crescimento e receptores de membrana celular. A associação dessas pomadas a atb são contra-indicadas pois está comprovado que têm baixa concentração nas camadas tissulares, além do risco de resistência e hipersensibilidade. Neomicina, cloranfenicol e rifocina são contra-indicados.
Colagenase (IRUXOL, IRUXOL-MONO, KOLLAGENASE): tem colagenase, clostridiopeptidase-A, enzimas proteolíticas e cloranfenicol 1%, com excecção da mono que não tem atb. É barata, disponível, porém pouco efetiva em grandes áreas necróticas. Deve ser substituída a cada 12 a 24 h.
Fibrinolisinas (FIBRASE): pomadas emolientes de origem bovina e cloranfenicol 1%. Dissolvem exsudato e tecidos necróticos. Mesmos cuidados das colagenases.

Voltar ao topo da página
  • Açúcar

Bactericida por ação osmótica na parede celular bacteriana. Para manutenção de seu efeito bactericida tem que ser trocado de 2/2 h pois o açúcar dissolve rapidamente.

Voltar ao topo da página
  • Papaína

Enzimas proteolíticas e peroxidases, sendo desbridante químico, com ação bacterostática, bactericida e antiinflamatória, alinha fibras de colágeno, aumenta força de tensão da cicatriz e diminui formação de quelóides. Se presença de tecido de granulação a concentração não deve exceder 2%. Em ferida exsudativa deve lavar com jatos de papaína a 4 a 6%. Se necrose de coagulação deve usar papaína de 8 a 10%.

Voltar ao topo da página
  • Albumina

Clara de ovo é rica em albumina e pode ser utilizada em curativos. Mantém umidade da ferida, facilita neoangiogênese e formação de tecido de granulação. É indicada para queimaduras de 1o e 2o graus, ulcerações refratárias e dermatite periostomia. Substituição 12 a 24 h, ocluída.

Voltar ao topo da página
  • Aloe Vera (CARRISYN GARZE)

É comercializada impregnada com gaze. Mantém o leito úmido, facilita a neoangiogênese e a formação do tecido de granulação. Substituição a cada 24 h.

Voltar ao topo da página
  • Elicina (ELICINA)

Enzima produzida pelo caramujo para facilitar sua locomoção. Tem função cicatrizante pois mantém úmida a ferida, facilita a neoangiogênese e formação do tecido de granulação.. Apresentado em creme e substituído de 12 a 24 h.

Voltar ao topo da página
  • Sulfadiazina de prata (DERMAZINE, PRATAZINE)

É o produto mais usado em queimaduras. Tem características bactericidas imediatas e bacterostáticas residuais e provoca precipitação protéica da membrana bacteriana. Pode ser associada ao nitrato cério para aumentar seu poder bactericida. Para manter sua ação deve ser trocado a cada 12 h. Se mantida aberta, sua troca deverá ser feita a cada 8 h.

Voltar ao topo da página
  • Ácidos Graxos Essenciais

a) Ácido linoléico (DERSANI): precursores de substâncias farmacologicamente ativas envolvidas no processo de divisão celular e diferenciação epidérmica. São TAG de cadeia média que alteram funções leucocitárias, imunológicas e inflamatórias, promovendo quimiotaxia de leucócitos, neoangiogênese, mantém o meio úmido e aceleram a granulação. Substituição de 12 a 24 h.

b) AL + lanolina (SOMMACARE): a lanolina lubrifica e lubrifica a pele, resultado ainda controverso.

c) Ácido ricinoléico derivado do óleo de mamona (HIG-MED): óleo de ricino é citolítico, portanto bactericida (diluição com SF 1:4) ou desbridante químico (uso a 100%, mantendo por 15 min)

Voltar ao topo da página
  • Gaze não aderente

a) De acetato de celulose impregnada com petrolato (ADAPTIC): curativo não aderente, poroso, de malha de celulose impregnado com petrolato.

b) De fibras de poliéster hidrófobo impregnada com AGE (ATRAUMAN): curativo não aderente impregnado com ácido cáprico, ácido caprílico e triglicerídeos. Evita a aderência do curativo ao leito da ferida, permitindo fluxo do exsudato e evitando acúmulo de fluido no local, preserva tecido de regeneração e minimiza dor. Indicada em queimaduras de 2o grau, áreas cruentas. Não deve ser usada em feridas infectadas, necrose e suturas. Substituição de 12 a 24 h e em feridas limpas pode ser mantida como curativo primário.

c) Alginato de cálcio e sódio (ACQUACELL, ALGODERM, KALTOSTAT, SORBALGON, SORBALGON T, SORBSAN, RESTORE CALCICARE, TEGAGEN): derivado de algas marinhas marrons embebidas em cálcio e sódio, induzindo hemostasia, auxilia no desbridamento químico, indicado em feridas profundas e tunielizadas e com exposição óssea. Se não houver tanta exsudação da ferida ele deve ser substituído pois adere à ferida. Substituir quando saturar, 12 a 24 h.

d) Colágeno com alginato de cálcio (FIBRACOL PLUS): 90% de colágeno e 10% alginato, controla o exsudato, mantém a ferida úmida e não permite adesão no leito. Indicado em feridas traumáticas com perda de substância, queimaduras de 2o grau, pé diabético, lesões refratárias. Em lesões com pouca secração pode ser associado a filme transparente e naquelas com secreção abundante associado a hidrocolóide. Subst. 12 a 24 h.

e) Carvão ativado e prata (ACTISORB PLUS): carvão ativado impregnado com prata 0,15% envolto em nylon poroso. Alta absorção e poder bastericida, reduz odor. Indicado em feridas infectadas, fétidas, podendo ser associado a outros como AGE e alginato. Contra-indicado em exposição óssea e tendinosa. Não deve ser recortado. Sua substituição de acordo com a saturação (48 a 72 horas), neste período só troca o de cima.

f) Hidrocolóide (COMFEEL, DUODERM, HYDROCOLL, REPLICARE, RESTORE, TEGASORB): gelatina, pectina e carboximetilcelulose recoberto com espuma de poliuretano. Mantém a umidade da ferida, promove desbridamento, estimula neoangiogênese e mantém pH.Feridas limpas com pequena a média quantidade de exsudato. CI em feridas colonizadas ou infectadas. Protege terminações nervosas reduzindo dor. Substituição do 5o ao 6o dia.

g) Hidropolímero (ALLEVYN, ALLEVYN CAVITY, ELASTO GEL, LYOTOAM, POLYMEM, POLYWIC, TIELLE, TIELLE PLUS): poliuretano revestido com hidropolímero que se expande ocupando a cavidade da ferida. Mantém a umidade e absorve o excesso de exsudato. Indicado em feridas limpas com média e pequena quantidade de exsudato. Contra-indicado em feridas infectadas e com grande quantidade de secreção. Substituição em média 48 h.

h) Hidropolímero com alginato de cálcio (POLYMEM COM ALGINATO DE CÁLCIO): alta capacidade de absorção com capacidade de desbridamento químico.

i) Hidrogel (DUODERM GEL, HYDROSOR, INTRASITE GEL, NU-GEL): composto por PVPA e água, mantendo a umidade da ferida, desbridamento (hidroativo), desidrata-se rapidamente necessitando cobertura secundária. Indicado em queimaduras, remoção de tecidos desvitalizados e feridas limpas com pouca secreção. Contra-indicado em infectadas. Substituição 12 a 24 h.

j) Matriz de regeneração dérmica (INTEGRA): camada interna com matriz tridimensional sendo biorreabsorvível, promovendo crescimento celular e síntese de colágeno (1 semana) e a camada externa de silicone. Em 3 semanas o silicone é retirado, sendo realizado enxerto fino. Indicado em feridas limpas, queimaduras 2o grau e 3o grau.

k) Acetato de celulose permeável ao vapor (BIOFILL): acetatos de celulose semitransparentes e semipermeáveis. Mantém o meio úmido, com permeabilidade seletiva. Indicados em queimaduras de 2o grau, áreas doadoras. Contra-indicados em feridas infectadas.

l) Membrana permeável ao vapor (OMIDERM): membrana de poliuretano não adesiva, transparente e semipermeável. Semelhante à anterior.

m) Filme transparente (BIOCLUSIVE, HYDROFILM, OPSITE, TEGADERM): filme de poliuretano adesivo e estéril, aderente a superfícies secas.

n) Protetores cutâneos periostomia (STOMARESI, CAVILON, HIDROCOLÓIDE EM GRÂNULO, PLACA OU PASTA): Stomaresi é em pó e deve ser usado em lesões úmidas, a pasta serve como selante, a placa protege e regenera a cútis agredida e permite a fixação da bolsa sobre ela e o cavillon é um bastão que seca rapidamente após aplicação, formando película transparente.

o) Fator de crescimento derivado de plaquetas - PDGF (REGRANEX): Composto de becaplermina derivado de plaquetas de hemácias de origem bovina. Indicado em úlceras neuropáticas crônicas de pacientes diabéticos. Alto custo.

Voltar ao topo da página

Unidade de Litotripsia e Medicina Hiperbárica
Av. Dom Pedro II, 843 - Bairro Jardim - Santo André - SP (mapa)
Telefone: 4437-3232                            http://www.barolitho.com.br
E-mail: falecom@barolitho.com.br